DATAS
22, 23, 29 e 30 de abril,
6 e 7 de maio de 2017.

OBJETIVOS
Este curso pretende dar aos participantes a capacidade de visitar uma gruta de dificuldade média, quando enquadrados por chefes de equipa habilitados, e descobrir globalmente os diferentes aspetos culturais, científicos e ambientais relacionados com as grutas e regiões calcárias.

Cartaz Curso Iniciacao Espeleologia Abril Maio 2017

CONVOCATÓRIA

Nos termos dos Art.ºs 36º, 39º, 40º e 41º dos Estatutos da Sociedade Portuguesa de Espeleologia, convoco a reunião do Congresso Nacional, para ter lugar na Sede Nacional, Bairro da Liberdade, Rua C, Lote 11, Loja 16, em Lisboa, no dia 28 de janeiro de 2017, sábado, com início às 9:30 horas e com a seguinte

ORDEM DE TRABALHOS:

Boas Festas 2016

NEI2016 02

Decorreu no passado dia 30 de Setembro mais uma Noite Europeia dos Investigadores (NEI), iniciativa que conta com mais de uma década de existência de troca de experiências entre investigadores e público em geral. A Sociedade Portuguesa de Espeleologia esteve mais uma vez presente nesta iniciativa, a convite do "Carsoscópio - Centro de Ciência Viva do Alviela", no âmbito do tema "Água para o futuro", que contou com mais de oito dezenas de participantes.

Com o apoio da Agência Ciência Viva através dos Centros de Ciência Viva de Sintra e do Alviela e  Pavilhão do Conhecimento, a Sociedade Portuguesa de Espeleologia organiza 13 visitas a regiões cársicas durante os meses Julho, Agosto e Setembro num total de 16 sessões:

  • No Portinho da Arrábida entre as Fendas do Creiro e a Lapa de Santa Margarida
  • Nas faldas da Serra dos Candeeiros, desde as Penas da Andorinha até à Gruta das Alcobertas
  • Do Olho de Mira à Pedra do Altar e às Ventas do Diabo
  • O Polje de minde, a Pincha e a Gruta do Regatinho
  • Grutas e Nascentes de Porto de Mós
  • Do canhão da Caranguejeira, pelo menino do Lapedo, às fontes do rio Lis e ao Buraco Roto
  • Da Arriba Fóssil da Serra dos Candeeiros às Grutas e Nascentes de Chiqueda
  • As grutas que escondem as águas subterrâneas da Serra da Arrábida
  • As nascentes dos rios Almonda e Alviela e a água que forma as grutas e os tufos calcários
  • Passeio pela serra de Montejunto entre o Vale das Rosas e o anfiteatro de Pragança
  • Grutas e nascentes do vale em canhão do Rio da Ota e de Alenquer
  • Grutas da Praia da Adraga e Pedra d’Alvidrar, com a serra de Sintra à vista
  • A nascente do Olho Marinho e as grutas da Columbeira, no vale tifónico de Óbidos – Caldas da Rainha

As visitas corresponderam a actividades de divulgação da Geologia e dos georecursos, através de passeios científicos no campo que possibilitaram à população a observação activa e o contacto directo com cientistas e técnicos deste sector.

Consultar os programas...

Coordenação:

  • Sandra Amaro

    

Apoio Científico:

  • Prof. Doutor José António Crispim

Monitores:

  • Ana Lúcia Pires
  • Beatriz Villaverde
  • Henrique Rézio
  • Joana Duarte
 
  • João Bernardo
  • Miguel Pena
  • Pedro Marote
  • Ricardo Tomás

Geologia no Verão - Sociedade Portuguesa de Espeleologia

Geologia no Verão - Sociedade Portuguesa de Espeleologia

logoCienciaViva

GV001